Estaca Mega

SiteBackground_A
foto_estaca20ft

Nossas estacas de concreto contam com fuste, para posterior enchimento, de tal forma consolidar todos os seguimentos seguindo as prescrições da NBR.

Sinônimos para Estaca Mega: Estaca prensada , estaca de deslocamento, hidráulica e estaca de reação. Definida pela norma NBR 6122/1996. É uma estaca pré-moldada cravada de forma segmentada com equipamento hidráulico.

A seta indica o movimento de cravação, ou seja, enquanto o macaco hidráulico abre, a estaca é cravada e usa a estrutura como reação. As estacas são pré-moldadas, ou seja, seus elementos já foram concretados e curados, no caso de concreto, ou preparados, serrados e aplainados, no caso se forem de aço.

As estacas são seguimentadas: uma estaca é formada por um ou mais seguimentos que são elementos pré moldados com 50 cm de altura e diâmetro variável. Durante a execução após a cravação completa de um elemento outro elemento é colocado por sobre o primeiro e assim consecutivamente até o término da estaca. Perfis de 30 tf perfis de 20 tf
Temos, ainda, estoque à pronta-entrega de perfis de 40 tf e 50 tf .

As estacas são cravadas com equipamento hidráulico adequado, de acordo com as normas técnicas atuais.

São usadas as vigas, paredes e lajes da estrutura do imóvel, nos locais de cravação, como ponto de apoio e reação para o avanço da cravação das estacas. Poderá, então, ocorrer o renivelamento ou erguimento da estrutura de forma parcial ou total, sendo esses, efeitos inerentes à cravação.

A carga atingida pelas estacas e sua profundidade é valor dependente da possibilidade de reação da estrutura, podendo atingir a carga nominal das estacas, que é o desejável, ou uma carga menor, sendo cravada até a máxima possível.

A energia de cravação, obtida da estrutura, é transferida para o solo na lateral da estaca (atrito lateral) e para a camada de solo imediatamente abaixo da ponta inferior da estaca (resistência de ponta), sendo a soma das duas forças a carga total.

Para o término da estaca é feito o calçamento: é colocado um elemento horizontal especial sobre a parte de cima da estaca e o macaco de calçamento é acionado. Após isso são batidas as cunhas . Depois da retirada deste macaco de calçamento a estaca estará forçando a estrutura resistente (ponto a ser reforçado) com uma determinada carga através das cunhas. Esta carga permanece presente na estaca após a execução da mesma. Isto minimiza, ao máximo, a possibilidade de novos recalques nos locais de cravação.

012

Caso a estrutura não tenha rigidez ou resistência suficientes para resistir à cravação usamos vigas pré-moldadas, que são colocadas sob a estrutura, para suprir estas deficiências. Caso não tenha condições de execução das estacas sob a estrutura existente, podemos executar blocos de transferência para que as estacas possam ser cravadas.

015

Armação de novo bloco de transferência, pronto para concretagem, ao redor do bloco já existente.

014

Observar as estacas sob os blocos: São inclinadas para desviar das tubulões

016

As estacas podem ser cravadas a partir de nível acima do solo, como na foto mostrada.

As estacas podem ser cravadas de forma inclinada e desviar de obstáculos como saia de tubulões, por exemplo. Veja o desenho ao lado:

020

As estacas podem ser usadas para criar novos ambientes abaixo de pisos e paredes já existentes, conforme as fotos abaixo . O cliente do sobrado da foto superior queria mais um ambiente embaixo de sua casa , ou aumentar o pé direito do mesmo.

Foram cravadas estacas usando a casa como reação. As estacas funcionam transmitindo o peso dos pavimentos superiores. Após a cravação é retirada a terra entre as estacas, formando o novo ambiente. As estacas também funcionam como arrimo contendo o solo.